Rental News | Confira nossa publicação mensal

09

Mai 2016

Riscos e medidas de controle nas etapas de demolição

Riscos e medidas de controle nas etapas de demolição na construção civil A Organização Internacional do Trabalho estima que os […]

Riscos e medidas de controle nas etapas de demolição na construção civil
A Organização Internacional do Trabalho estima que os acidentes de trabalho e as doenças ocupacionais resultam em uma perda de 4% do produto interno bruto mundial ou cerca de 2,8 trilhões de dólares. A Construção Civil é um dos segmentos laborais, juntamente com o da atividade rural, da mineração e do transporte em vários países, que gera mais acidentes de trabalho, ou seja, é uma atividade de risco que gera muitos acidentes e, em boa parte, graves ou fatais. Acidentes com quedas de altura, choque elétrico, soterramento, desabamento das estruturas, queda de objetos e máquinas e equipamentos desprotegidos são as causas diretas que mais geram acidentes no setor da construção. Estes acidentes deveriam ser evitados com o melhor planejamento desde a concepção dos projetos construtivos até a execução das etapas nos canteiros de obras. Etapas iniciais na construção das edificações como a demolição das estruturas existentes e a fundação são grandes geradoras de fatores de risco como queda de trabalhadores em altura e no mesmo nível e de objetos, choque elétrico, além do ruído intenso e a vibração localizada dos marteletes pneumáticos, a geração de sílica livre no processo de demolição, o ruído na fase de estaqueamento, os fumos metálicos do processo de corte oxiacetilênica entre outros. A escolha de equipamentos, máquinas e sistemas que gerem um volume menor de ruído e de vibração aos operadores e ao entorno, minimizando a geração de material particulado, bem como equipamentos que sejam mais leves e gerem menor penosidade e desconforto, plataformas de trabalho para evitar risco de queda de objetos nas demolições, andaimes tubulares de sapatas ou fachadeiros, são algumas formas de atenuar ou eliminar os riscos existentes nas etapas de demolição e fundação. A aquisição ou locação de equipamentos adequados com manutenção preventiva atualizada, acompanhados pelos manuais de operação e manutenção em português de fácil entendimento, devidamente sinalizados e a capacitação contínua dos operadores são aspectos fundamentais para que o adoecimento dos trabalhadores seja evitado e que se eliminem potenciais situações de risco.

Instituto Trabalho e Vida

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Mais Rental News