Rental News | Confira nossa publicação mensal

09

Nov 2016

EXECUTAR A ESTRATÉGIA: FAZENDO ELA ACONTECER

No livro “Alice no País da Maravilhas” de Lewis Carroll, em uma certa cena acontece o encontro de Alice com […]

No livro “Alice no País da Maravilhas” de Lewis Carroll, em uma certa cena acontece o encontro de Alice com o gato Risonho:
– Pode dizer-me que caminho devo tomar? – Alice pergunta.
– Isto depende do lugar para onde você quer ir – respondeu com muito propósito o Gato.
– Não tenho destino certo – respondeu ela.
– Neste caso qualquer caminho serve… – disse o Gato”.

A cena acima só comprova que sem um plano qualquer caminho serve! E no mundo empresarial isto também vale! Para toda empresa que deseja crescer e se desenvolver no mercado, garantir sua sobrevivência ou proporcionar boas chances de sucesso ao negócio, um plano estratégico auxilia positivamente na tomada de decisão.

A qualidade desta ferramenta – o plano estratégico – agrega aprendizado importante no entendimento da relação com seu cliente, oportunidades que podem ser aproveitadas e ameaças a serem minimizadas impedem o desperdício de dinheiro e recursos, gerando o alinhamento e o engajamento da sua equipe na construção da mesma visão.

O processo estratégico define aonde o negócio quer ir, mas é o plano operacional que conta, aquele que constrói como deve ser executada a estratégia para atingir os objetivos e metas do plano.

Contudo, este plano operacional normalmente fica em segundo plano ou muitas vezes não é feito e isto abre espaço para muitos erros empresariais, entre eles a falta da conexão entre a estratégia e as pessoas.

Os líderes que não criam uma definição clara, simples e sucinta de suas estratégias, capaz de internalizar e ser um guia para tomada de decisões dos seus colaboradores, no dia a dia, naturalmente conduzem a empresa à falha de implementação.

Muitos acreditam que as ações descritas na documentação do orçamento anual ou do planejamento estratégico garantirão por si só sua execução.

Sair do papel e ir para a realidade, com a contribuição das equipes, é o desafio que a grande maioria enfrenta.

Pesquisas e entrevistas com executivos constatam que 80% falham no processo de execução e, na maioria das companhias, 33% atrasam a entrega de suas ações, 34% das ações tem baixa performance ou são inconsistentes e 11% toleram a baixa performance.

Você deve se fazer uma pergunta antes de iniciar seu processo de planejamento: Como irei manter o plano estratégico vivo ao longo do ano?

Enquanto você prepara seu plano estratégico considere 4 pontos que podem auxiliá-lo na execução e entrega dos resultados:

• desenvolva em seus líderes o entendimento e as habilidades da execução dentro de seus processos. Incorpore as ações na rotina do gestor com disciplina;
• mesmo com a estruturação da estratégia de médio e longo prazo, reduza o período de execução das suas ações com entregas de curto prazo. Foque sua finalização em ciclos menores, pois isto auxilia no reforço positivo que estamos caminhando em direção ao que foi planejado;
• meça a evolução da execução e seu impacto no atingimento das metas e objetivos, de forma rigorosa;
• tenha encontros periódicos para que haja uma reflexão ou correção de rota – mantenha o ritmo. Os planos podem se tornar obsoletos ou inadequados, se o rumo não for reforçado ou corrigido.

Considere ainda que para fazer a estratégia acontecer é de grande importância focar, ao mesmo tempo, os indicadores de controle e medição, e também os fatores críticos, como o comportamento e a ação da liderança e dos colaboradores da empresa.

Nos momentos mais incertos como este que vivemos, o desafio da execução de uma estratégia exige do líder uma certeza: olhar para frente, pensar além do pessimismo e otimismo e fazer a estratégia acontecer!

MARCOS HENRIQUE FABRIS
Diretor da Deploy Lean, Engenheiro Mecânico com Pós-Graduação em Gestão da Produção. Especialista em Métodos e Processos, Gerenciamento de Operações Complexas, Executive Coach, representante do Lean Learning Center no Brasil e 16 anos de experiência no desenvolvimento de projetos de Gestão Lean em empresas no Brasil e EUA.


PATROCÍNIO
Print

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Mais Rental News