Notícias | Fique por dentro

24

Set 2014

Principais fabricantes de equipamentos para construção e mineração apoiam a M&T EXPO desde sua primeira edição

Maior feira do setor na América Latina completará 20 anos na edição de 2015

A primeira edição da M&T EXPO – Feira e Congresso Internacionais de Equipamentos para Construção e Mineração, realizada de 16 e 20 de setembro de 2005, foi um marco para o setor, com a presença 7500 visitantes e 70 expositores, representando 95 marcas. Esse sucesso foi decorrente de uma série de motivos, entre os quais, o importante apoio das principais fabricantes do setor, que avaliaram na iniciativa da Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração uma oportunidade para o desenvolvimento tecnológico do segmento, para a abertura de novos negócios e para a exposição de lançamentos e tendências.

Entre as empresas que participam desde a primeira edição da feira estão: Air Service, Atlas Copco, Case Construction Equipment, Caterpillar, Doosan, Dynapac, Ford, Liebherr, Machbert, Mercedes-Benz, New Holland Construction, Putzmeister, Randon, Sandvik, Santiago & Cintra, Scania, Volvo Construction Equipment, Wacker Neuson, entre outros. “O apoio dessas companhias foi fundamental para que a M&T EXPO se consolidasse como a principal feira de negócios na área de equipamentos para construção e mineração na América Latina”, afirma Hugo Ribas Branco, diretor de Feiras e Operações da Sobratema.

Os motivos que levaram as principais fabricantes a apoiarem a exposição são diversas, como por exemplo, o pioneirismo da M&T EXPO. “Naquela época, quem fabricava equipamentos específicos para construção civil e mineração, só tinha como única opção sua participação em feiras genéricas. A M&T EXPO foi o primeiro evento onde pudemos apresentar nossos produtos para os verdadeiros interessados, os usuários”, explica Shannon Santucchi, diretor comercial da Air Service.

A Machbert, por exemplo, participava, naquela época, de exposições focadas na construção civil residencial, com ênfase em materiais de construção, uma vez que, segundo José Alberto Moreira, diretor geral da empressa, o mercado era carente de exposições focadas em equipamentos para infraestrutura. “Era o alento que precisávamos, por isso decidimos apoiar a iniciativa da realização da M&T EXPO e acertamos, já que ela é a nossa melhor exposição na área de infraestrutura na América Latina”, acrescenta.

 

Desenvolvimento do mercado

Durante a promoção da edição inaugural da feira, o Brasil passava por um período diferenciado economicamente, com a abertura das importações e a quebra de reserva do mercado de informática. “Há vinte anos, o mercado brasileiro de máquinas de construção estava começando a se abrir para o mundo. Por isso, as dúvidas eram muitas, tanto da parte de consumidores, como de fabricantes e de distribuidores. Assim, a M&T EXPO teve um papel fundamental ao ajudar a demonstrar o potencial e profissionalismo do mercado de máquinas de construção brasileiro”, pondera Mario Neves, CE Business Developer, South America, da Wacker Neuson.

Em termos de contribuir para o desenvolvimento do mercado, Edison Rocha, vice-presidente da Sandvik Construction, conta que a M&T EXPO abriu as portas para a entrada de novas tecnologias em equipamentos e sua aplicação. “Serviu muitas vezes de laboratório intensivo, e ajudou na decisão e implantação de novas tendências”, destaca. A Sandvik foi capaz, por exemplo, de comprovar algumas tendências, e lançar inovações, testando o mercado de maneira concentrada e com qualidade durante as edições da feira.

Roque Reis, diretor geral da Case Construction Equipment para América Latina, lembra que muitas das tecnologias embarcadas ou serviços que se vê hoje no mercado foram inicialmente vistas na M&T EXPO, como por exemplo, as primeiras máquinas com cabine fechada, que foram apresentadas há pouco mais de quinze anos. “Hoje, a cabine é comprovadamente um item que aumenta a produtividade e qualidade do serviço através do maior conforto do operador. E elas não param de evoluir, sempre pensando na ergonomia, conforto e segurança do trabalhador”, explica.

A área de geotecnologia também foi beneficiada com a realização da M&T EXPO. “Com a criação da feira, houve a oportunidade de difundir as novas tecnologias e lançamentos internacionais desse setor”,  recorda Wesley Polezel, gerente de vendas da Santiago & Cintra, que complementa sobre o papel do evento para difusão de novas tecnologias, que permitem ganho em produtividade e redução de custos para as empresas de construção e mineração. “Muitos clientes aguardam ansiosos a feira para conhecer os lançamentos e, assim, tomar suas decisões”.

Nesses 20 anos, segundo Rodrigo Satiro, diretor de Vendas da Putzmeister, a M&T EXPO ajudou a tornar mais eficiente a indústria da construção civil brasileira. “Apresentou tendências, discutiu temas relevantes e agrega em um único evento, todos os players. Dessa interação, o mercado cresce: a indústria pode entender melhor a necessidade dos usuários e os operadores e profissionais passam a conhecer mais os equipamentos e suas aplicações”.

Paula Araújo, gerente de Brand Marketing da New Holland Construction, acrescenta ainda que o evento é reconhecido como importante vitrine de máquinas da América Latina. É palco de encontro dos principais fabricantes do setor de equipamentos e máquinas para infraestrutura e construção, de forma eficiente”, diz. Para a New Holland Construction participar da M&T EXPO é também uma oportunidade de estudar o mercado, conhecer a fundo e se relacionar de forma mais próxima aos seus clientes.

 

Intercâmbio de informações

Para Richard Klemens Stroebele, diretor superintendente da Liebherr no Brasil, a exposição de novidades do mercado apresentado pelos maiores fabricantes nacionais e internacionais de máquinas gerou um importante intercâmbio de informações entre clientes, fabricantes e especialistas do setor, colaborando para o desenvolvimento do setor. “A primeira participação da Liebherr Brasil em Feiras foi na M&T EXPO, portanto, celebramos juntos essa data”, ressalta.

Na visão de Raymond Bales, gerente de contas da área de Infraestrutura e Construção Global da Caterpillar, a M&T EXPO serve como um fórum em que todos os envolvidos com a indústria da construção podem conhecer novos produtos e serviços, bem como funciona muito bem para fazer avançar as necessidades desta indústria na América Latina e, especialmente, no Brasil. “As sessões dos seminários e treinamentos oferecidos na feira são altamente informativas e muito úteis para promover o uso de tecnologia na indústria da construção”.

Suzanne Darie, diretora de Comunicação de Marketing da Volvo Construction Equipment, avalia que a M&T EXPO trouxe para o Brasil a qualidade e ambição das grandes feiras internacionais, sempre muito preocupada com a consistência na apresentação de marcas conceituadas e da mesma forma abrindo espaço aos novos players. “O evento tem oferecido a oportunidade, seja através da feira, seja por meio dos fóruns, de se estabelecer a preocupação com o foco na inovação e boas práticas, que mantém nosso mercado em constante evolução”.

 “As Empresas Randon, especialmente através da Randon Implementos e Randon Veículos, se associaram à M&T EXPO desde a primeira edição nestes 20 anos, por considerar  o evento como importante palco de tecnologia para  o setor de equipamentos para a construção e mineração, apontando tendências, mostrando o estado da arte dos equipamentos e serviços e estabelecendo o debate de ideias entre os agentes ativos de um setor que desempenha papel fundamental no desenvolvimento do nosso país”, finaliza Norberto Fabris, diretor corporativo das Empresas Randon.

Mais Notícias

No Banner to display