Notícias | Fique por dentro

27

set 2017

Indústria de matérias de construção vê cenário regular para o mês de outubro

O Termômetro da ABRAMAT – Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Construção – mostra que a maioria do empresariado do setor prevê um cenário nada animador para outubro e nos próximos 12 meses. Segundo o levantamento, 65% dos entrevistados consideram que o desempenho de vendas para o mercado interno em outubro será regular. Fatores como a instabilidade econômica e política contribuem para a falta de perspectiva positiva do empresariado das indústrias de materiais de construção.

Já para o mercado externo a indústria mostra otimismo, na qual 50% dos entrevistados acreditam que o mês de outubro apresentará bom desempenho. Enquanto 33% consideram o período como regular e 17% ruim.

Mais uma vez notamos que se mantem o temor do empresariado em relação a uma série de fatores que prejudicam o desenvolvimento do setor e a possível estabilização. A crise política-econômica, falta de investimento em obras públicas, financiamento dificultado, juros ainda muito altos e o desemprego elevado prejudicam as indústrias de materiais de construção“, ressalta Walter Cover, presidente da ABRAMAT.

O Termômetro ainda revela que em setembro, nenhuma das empresas está otimista sobre as ações do governo voltadas para o setor. Predomina certa indiferença das empresas com apenas 15% delas otimistas a esse respeito. “A leitura sobre ações do governo é fortemente influenciada pela baixa capacidade de investimento em todos os níveis de governo, além da piora nos financiamentos de moradias e no programa Minha Casa Minha Vida. Sem ações de estímulo, com foco no investimento e no crédito a indústria pode alcançar a estabilidade apenas no segundo semestre de 2018“, finaliza Walter Cover

compartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on TumblrShare on LinkedIn0

Mais Notícias