Notícias | Fique por dentro

24

Jan 2020

Confiança da indústria cresce 1,1 ponto na prévia de janeiro, diz FGV

A confiança dos empresários da indústria cresceu 1,1 ponto na prévia de janeiro deste ano, na comparação com o resultado consolidado de dezembro do ano passado, segundo dados do Índice de Confiança Empresarial (ICE) divulgado nesta quarta-feira (22) pela Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE). Com isso, o indicador chegou a 100,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

O aumento da confiança foi puxado pelo crescimento das expectativas dos empresários em relação aos próximos meses.

O Índice de Expectativas cresceu 2,4 pontos e atingiu 101,6 pontos, o maior valor desde junho de 2018 (102,3 pontos). O Índice da Situação Atual, que mede a confiança dos empresários no momento presente, recuou 0,3 ponto, para 99,3 pontos. O resultado preliminar de janeiro indica aumento de 0,4 ponto percentual do Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria, para 75,5%.

“O ano de 2019 termina com um resultado positivo para a confiança empresarial. A percepção dos empresários sobre a situação atual dos negócios avançou para o maior patamar desde 2014, mas ainda abaixo dos níveis considerados normais. Já as expectativas se mantiveram em 100 pontos, com uma acomodação do Comércio, pós liberação do FGTS, e um forte otimismo da Construção. Os sinais são favoráveis para o ano de 2020, mas a continuidade da recuperação depende da redução da incerteza, que ainda se mantém em nível elevado, para que as empresas voltem a investir”, afirma Viviane Seda Bittencourt, coordenadora das Sondagens da FGV IBRE.

(Com informações da Agência Brasil e G1)

Foto: Revista Exame/CBIC

 

Leia mais

Programa de fidelidade do varejo da construção mais que triplica de tamanho em 2019

Para CBIC, expansão imobiliária em 2020 tende a superar a de 2019

 

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Mais Notícias

No Banner to display